Destaque

sábado, 29 de outubro de 2011

Avivamento - Rua AZUZA



















"Com gritos estranhos e pronunciando
coisas que aparentemente nenhum
mortal em seu juizo normal
pudesse endender, teve início,
em Los Angeles, a mais recente
seita religiosa"
Los Angeles Time, 18/04/1906.

O pregador William J. Seymour, batista, recém-chegado de Houston, chamava os crentes a dar um passo a mais.

Seymour, aluno de Charles Fox Parham inicia as reuniões em casa de amigos já em Los Angeles. Os cultos duravam 3 dias e 3 noites.Os fiéis se organizavam e assim mudaram-se para o prédio na Rua Azuza (antiga Igreja Metodista) ganhando o nome de Missão Evangélica da Fé Apostólica, mudando mais tarde para Igreja de Deus em Cristo.

Em 1913 era composta por 352 ministros.
Em abril de 1914, em Hot Springs, Arkansas, o grupo convoca uma reunião. Aqui nascia a denominação Assembléia de Deus.

Nota Wikipédia - Nos Estados Unidos surgiram várias congregações pentecostais independentes, desde o avivamento da rua Azuza, em 1906. Buscando unidade, comunhão entre si, trabalho missionário e organização legal, alguns líderes convocaram uma Convenção em Hot Springs, Arkansas, em 1914. Como resultado, houve a adesão de quase 500 ministros e a criação do General Council of the Assemblies of God (Concílio Geral das Assembleias de Deus), mais tarde sediado em Springfield, Missouri. Essa igreja possui, hoje, cerca de 2 milhões de membros e envia missionários a vários países do mundo. John Ashcroft, procurador-geral dos EUA durante o primeiro mandato de George W. Bush, é membro dessa denominação.

As Assemblies of God apresentam algumas diferenças de sua coirmã brasileira: no tocante à administração, não existe o sistema de ministérios; cada igreja local é autônoma e não é subordinada a nenhuma outra, mas voluntariamente agrupam-se em presbitérios regionais, onde há igualdade entre todos e contam com a participação de representantes leigos. A congregação local entrevista e contrata o pastor, que é examinado e ordenado pelo Concílio Geral. Referente aos costumes, as Assemblies of God são integradas à sociedade americana, permitindo, por exemplo, que suas mulheres cortem o cabelo e usem calças compridas.



0 comentários:

Postar um comentário