Destaque

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Obediência, Sinônimo de Vitória


Na Bíblia Sagrada temos o relato de um homem chamado Abraão, que demorou 100 anos para ver a promessa de Deus – um filho – se cumprir em sua vida. Quando tudo parecia estar bem, no capítulo 22 do livro de Gênesis, vemos Deus ordenar que Abraão levasse seu filho ao monte que lhe seria determinado para o oferecer em sacrifício.


Você, leitor, que tem um filho sabe o quanto ele é precioso. Imagine Deus te mandar sacrificar seu filho, assim como fez com Abraão. Mas esse homem sabia quão duro era desobedecer a Deus, pois alguns anos antes o havia feito e as consequências foram terríveis. Em seguida, o texto diz que, de madrugada, ele se levantou e pegou seu filho e foi ao lugar determinado.


De madrugada, antes de o dia nascer! É assim que eu e você temos que obedecer. Não é quando as coisas melhorarem; é no meio da luta, da adversidade. Um exemplo: Deus nos manda devolver o que pertence a Ele: o dízimo. Mas muitos dizem: “Agora está difícil, não tenho dinheiro para nada, como posso tirar para dar à igreja”. Não é dar para a igreja, é obedecer a Deus de madrugada, no momento da aparente dificuldade. Ele diz: “Sede fiel no pouco, pois sobre o muito vos colocarei”.


Poderia dar muitos outros exemplos, como o da pessoa que está se beneficiando de coisas ilícitas e Deus determina que ela largue tudo e devolva àqueles que lesou o que lhes pertencia. Não é fácil, mas temos que obedecer, e sabe por quê? Em primeiro lugar, obediência é uma determinação, é um dever da vida diária de todos nós, como está escrito em Atos dos Apóstolos, capítulo 5, versículo 29.


Mais do que isso, a obediência deve ser de todo o coração, de toda a alma. “Hoje o Senhor teu Deus te manda cumprir estes estatutos e juízos; guarda-os e observa-os de todo o teu coração e de toda a tua alma” (Deuteronômio capítulo 26, versículo 16). Lembro-me que, quando jovem, gostava de fazer bolos e pudins, e minha mãe ficava por conta quando eu ia pra cozinha pois deixava uma pilha de louça pra lavar e ela prontamente me mandava limpar, lavar toda a sujeira que tinha feito e, é claro, com medo de apanhar, eu obedecia. Mas não era de todo o coração, era por obrigação. Deus não quer isso, Ele quer que a obediência prestada por nós a Ele seja um prazer.


O descrito acima é tão verdade que, no primeiro livro de Samuel, capítulo 15, versículo 22, ele diz: “Obedecer é melhor do que sacrificar”. Quem não sabe obedecer é obrigado a sacrificar. E quantos não têm sacrificado a família, a fé, os sentimentos... É hora de dar um basta nestes sacrifícios que não resultam em nada; tem gente que está ficando faquir de tanto jejuar para receber uma cura, e até hoje, nada! Basta obedecer, cumprir o que Deus diz, repreender essa doença no nome Dele e assumir a cura. É obediência que agrada a Deus.


Para quem deseja viver uma vida de vitória, saiba que há um preço. Sabe qual? Obediência. Veja o que diz Josué capítulo 1, versículo 8: “Não se aparte da sua boca o livro desta lei, antes medita nele de dia e de noite para que tenhas o cuidado de fazer tudo o que nele está escrito. Então, farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido”. Está claro para você? Obediência é sinônimo de vitória.


Para concluir, quero ressaltar que, além de vitória aqui nesta terra, a obediência também nos leva para o céu (Mateus, capítulo 7, versículo 21). Talvez seja madrugada na sua vida e ainda não amanheceu, mas é agora que você deve tomar uma atitude. Seja como Abraão, um homem obediente e vitorioso, e desfrute do melhor de Deus para sua vida.


Pr. Glauber Morare

0 comentários:

Postar um comentário