Destaque

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Constantino e a Igreja

Constantino I, também conhecido como Constantino Magno ou Constantino, o Grande (em latim Flavius Valerius Constantinus; Naissus, 27222 de maio de 337), foi um imperador romano, proclamado augusto pelas suas tropas em 25 de julho de 306 e governou uma porção crescente do Império Romano até a sua morte (fonte wikipedia).

Outubro de 312 A.D., general Constantino com sua tropa marchavam a Roma para desafiar Maxêncio (seu rival ao trono de Roma).

Nas vésperas da batalha Saxa Rubia, Constantino ao olhar para o céu contempla um sinal: uma cruz brilhante e uma voz que dizia: “Pace est cum Vos. In Hoc Signo Vinces”, em português significa: “Minha paz está contigo. Com este sinal vencerás”. Constantino foi á luta, mas, a promessa de vitória ainda estava para se tornar uma realidade. No dia 28 de outubro de 312, um pouco antes de atravessar a Ponte Milvio sobre o rio Tibre, travou-se uma outra batalha para poder chegar ao centro de Roma, e novamente aquela voz ecoa pela ar. Desta vez ela ordenara-lhe que removesse a águia imperial dos escudos romanos, colocando outro símbolo. Constantino providenciou a alteração, afixando nos escudos de seus soldados as letras “chi” (“c” em grego, que tinha forma de um xis) e “rho” (“p” em grego), que vinham a ser as iniciais gregas de Cristo. Os inimigos foram esmagados nas estreituras da ponte, e o próprio Maxêncio pereceu afogado no Tibre.

Como agradecimento a Deus pela vitória alcançada, Constantino optou por dar liberdade e status à igreja. No ano de 313, Constantino e Licínio emitiram oficialmente o edito de Milão, que garantia liberdade religiosa dentro do império. A igreja passou então de perseguida à privilegiada.

FILMES:

Constantino e a Cruz (Constantine And The Cross) - 1962

SINOPSE - Em 303 d.C, Constantino propina o Edito de Milão ao se tornar o imperador de Gaul. Comandando seus soldados, derrota as legiões romanas, assegurando liberdade de culto aos cristãos. Filmado em locações na Itália, este grande épico possui incríveis cenas de batalhas e grandes atuações do elenco.

A Queda do Império Romano, 1964, direção de Antony Mann.

SINOPSE - No auge da expansão geográfica do império romano, o general Lívio (Stephen Boyd) comanda a nova política do imperador Marco Aurélio (Alec Guinness), que quer a pacificação de fronteiras e a adoção para os povos conquistados uma certa autonomia. Mas Marco Aurélio acaba envenenado por Commodus (Christopher Plummer), filho ilegítimo que assume o trono e mergulha Roma no caos político e administrativo, o que dá origem à queda do Império Romano.

0 comentários:

Postar um comentário