Destaque

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Uma Guerreira Chamada Agar (Gn 16.1-6)

Agar ou Hagar (hb.) = Fuga - foi a serva egípcia de Sara, esposa de Abraão. 

Devido ao fato de ser estéril, Sara teria permitido que Abraão coabitasse com Agar no sentido de gerar um herdeiro. Desta união, foi gerado Ismael o que fez Agar desprezar Sara, sua senhora, já que esta não podia conceber.

Devido a este fato, Sara incitou Abraão para que expulsasse Agar. 

Estes quase pereceram de fome e sede no deserto, até serem socorridos milagrosamente por Deus. 

De acordo com a tradição judaico-cristã, Agar é reconhecida como mãe de Ismael, o patriarca dos ismaelitas, que são conhecidos como os antepassados das nações árabes.

Na tradição islâmica, a história de Agar é mencionada no Alcorão, mas seu nome não é mencionado. Sua figura é detalhada no Hadith.

Dá até para imaginar também o tratamento diferenciado de Abraão com Sara e agora com Agar. O ciúmes de Sara fez com que Agar fosse despejada, expulsa.

Esta história nos mostra também um modelo de luta, coragem e perseverança.

Agar, não murmurou, desejou a morte ou outra coisa qualquer. Pelo contrário, quando lhe aparece um anjo e pergunta de onde vem e para onde vai, ela ainda responde que estava fugindo da presença do seu senhor. 

Se fosse hoje?

Imagine você expulsa da casa dos pais, expulsa da casa da sogra, abandonada pelo marido... então um anjo lhe aparece, qual seria sua reação? Muitos além de se queixar talvez ainda pediriam um raio para fulminar aquele que a desprezou, não é verdade?

Agar nos deixa um exemplo muito bonito e que deve ser seguido pelos cristãs, aqueles que dizem servir a Deus.

ENTENDENDO O AGIR DO INIMIGO:

Ele vê seu caminhar com Deus e que logo, em breve seu milagre acontecerá. Você mesmo no caminho certo, é vítima de pessoas, armadilhas que, se você não vigiar, acabará perdendo a benção na murmuração ou alguma atitude que venha desagradar a Deus, vigie!

Em amor e em Cristo,
Pr. Emerson José


0 comentários:

Postar um comentário