Destaque

sábado, 10 de setembro de 2016

Como Alcançar as Promessas de Deus

"O dar é de Deus
e o possuir é do homem"


Entenda, para que você desfrute das promessas que Deus tem pra ti, é importante observar que há um equilíbrio entre a graça de Deus e o esforço humano.
Observe este texto bíblico de 2ª Pedro 1.3-8:


"Seu divino poder nos deu todas as coisas de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude. Por intermédio destas ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas vocês se tornassem participantes da natureza divina e fugissem da corrupção que há no mundo, causada pela cobiça. Por isso mesmo, empenhem-se para acrescentar à sua fé a virtude; à virtude o conhecimento; ao conhecimento o domínio próprio; ao domínio próprio a perseverança; à perseverança a piedade; à piedade a fraternidade; e à fraternidade o amor. Porque, se essas qualidades existirem e estiverem crescendo em suas vidas, elas impedirão que vocês, no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo, sejam inoperantes e improdutivos".

O que aprendemos?

Deus nos dá a promessa para nos animar e você as alcança com sua fé e esforço!

Você pode notar que a promessa de Deus é lançada, porém cabe a nós nos esforçarmos para possuí-las. E neste texto que é de fácil entendimento nos revela as nossas devidas obrigações.

1º - "EMPENHA-SE" = Cuidado ativo, urgência em fazer algo, zelo.
"Portanto, irmãos, empenhem-se ainda mais para consolidar o chamado e a eleição de vocês, pois se agirem dessa forma, jamais tropeçarão" (2ª Pe 1.10).

Muitas pessoas infelismente ocupam seus lugares nas igrejas, porém, acabam por fazer as coisas, sem empenho algum. Cantam por cantar, pregam pra cumprir uma agenda, vai a igreja só por ir. Não há zelo, um certo cuidado nas coisas de Deus. Muitos tornaram-se robôs espirituais.

ILUSTRAÇÃO: Wesley publicou 371 obras, que podem ser classificadas em: livros poéticos, filosóficos, históricos e teológicos. Viajava oito mil quilômetros por ano, a cavalo; pregava anualmente setecentos e cinqüenta sermões; mantinha uma correspondência numerosíssima com personagens notáveis da Inglaterra, Estados Unidos e Austrália.

Como lhe foi possível realizar tanta coisa? Um dos segredos dessa eficiência estava no método que ele seguia e desejava que seus auxiliares também o fizessem. Ele é descrito nas palavras seguintes: "Sejam diligentes; nunca fiquem sem emprego. Nunca estejam sobremodo ocupados com coisas triviais. Não percam tempo. Nunca gastem em lugar algum mais tempo do que o absolutamente necessário. Sejam pontuais. Façam tudo exatamente em seu tempo próprio".

Podemos tirar como lição o empenho como Wesley fazia e com gosto, prazer as coisas do seu mestre, lindo não?

2º - "FÉ" - "Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos" (Hb 11.1).

Muitos até oram por um determinado propósito, porém, dentro delas, lá no fundo, ela não consegue acreditar que aquela situação pode mudar.

Exemplo ocorrido em nossa igreja: "A senhora tá orando pra quê? Oro para que meu marido se converta e possa acompanhar-me na igreja, responde a senhora. E a senhora consegue enxergar seu esposo aqui, na igreja? Éhhh, meio dificil, pois ele odeia a igreja, fala muito mal, sei não!" - Muitos pedem algo que ao menos crêem que Deus pode fazer.

"E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão" (Mt 21.22).

ILUSTRAÇÃO: O grande ganhador de almas, Moody, um dia ofereceu seu relógio de ouro aos meninos de sua classe bíblica. Desconfiados, recusaram o presente. Finalmente, um garotinho de seis anos estendeu a mão, pegou o relógio, e disse:

- Muito obrigado!

Sem um momento de hesitação, Moody respondeu:

- Não há de que. E Espero que ele seja tão fiel em marcar as horas para você, como foi para mim!

Os outros meninos ficaram espantados:

- O senhor vai mesmo deixar que ele fique com o relógio?

- Como não? - respondeu Moody - Eu Iho dei, porque creu na minha oferta. E dele porque teve fé em mim.

Cabe-nos a nós confessar e crer. No instante em que nós cumprirmos a nossa parte, Jesus cumpre a dEle. 

3º - "Virtude" = qualidade, excelência moral, andar reto.

Deus está a sua frente e lhe chama: "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso" (Mt 11.28). Você o vê, sabe que promessas Ele têm pra cumprir em sua vida, porém, mesmo assim, deixa de caminhar reto e parte para outra direção. É possível acontecer algo de bom?

4º - "CONHECIMENTO" = aquilo que se adquiriu.


"Cresçam, porém, na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo" (2ª Pe 3.18).

ILUSTRAÇÃO: "Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste" (Mt 5.48).

A beira de um grande charco, vivia um casal com seu filhinho, Henrique. Um dia, Henrique seguiu o pai, pântano a dentro, sem que ninguém o percebesse; quando deram pela falta do menino, puseram-se a procurá-lo ansiosos. Finalmente, descobriram seus pequenos rastos, rumo ao charco.

Em cada pegada deixada pelo pai, via-se o rasto do pequenino sapato de Henrique. Os pais o seguiram, penetrando no charco, forçando a vista, no afã de descobrir o paradeiro do filhinho. Chegando ao outro lado do pantanal, encontraram o pequenino Henrique sentado à beira do caminho. Ali, no chão batido, não podia mais ver os rastos do pai, de maneira que se sentou, à espera de que o pai o viesse buscar. E assim pôde ser encontrado.

Seria maravilhoso se, como filhos de Deus que somos, nossos rastos sempre fossem encontrados somente onde as pegadas do nosso Pai celestial assinalam o caminho! Cristo é o nosso caminho.

5º - "DOMÍNIO PRÓPRIO" - Auto controle.

ILUSTRAÇÃO: Há muitos e muitos anos passados, um jovem perguntou a um velho por que ele se lamuriava tanto.

- Oh! - disse ele. Eu tenho muito trabalho todos os dias: dois falcões para domesticar, dois coelhos para vigiar, duas águias para dirigir, uma serpente para controlar, um leão para acorrentar e um doente para tratar e esperar o seu fim.

Em seguida, contestou o amigo:

- Mas nenhum homem tem de fazer todas estas coisas ao mesmo tempo!

- Ah! - corrigiu o velho. Mas comigo acontece isto justamente como lhe disse. Os dois falcões são os meus olhos; os dois coelhos, os meus pés; as duas águias, as minhas mãos; a serpente é a minha língua; o leão, o meu coração e o doente, o meu próprio corpo.

Como é aplicável esta comparação para os nossos dias! Consideremos assim que a vida seja um tear, onde tecemos a contextura de nossos caráteres, onde temperamos os nossos desejos, e um comércio, onde nós mesmos temos a maior capacidade para vender o que já fizemos de nós mesmos.

Fonte da ilustração: Henry H. Schooley (Rhode lsland, E.U.A.)

6º - "Perseverança"

"Teria sido melhor que não tivessem conhecido o caminho da justiça, do que, depois de o terem conhecido, voltarem as costas para o santo mandamento que lhes foi transmitido. Confirma-se neles que é verdadeiro o provérbio: "O cão voltou ao seu vômito" e ainda: "A porca lavada voltou a revolver-se na lama" (2ª Pe 21-22).

ILUSTRAÇÃO: Numa de suas peregrinações pelos sertões africanos, o grande Livingstone viu-se, de repente, abandonado por seus companheiros de viagem. Perguntaram-lhe se tinha medo, ao que respondeu: "Sou imortal até que cumpra o meu trabalho".

ILUSTRAÇÃO 2: O obreiro jamais pode desistir de trabalhar no reino de Deus. Embora seja-mos às vezes tentados a desistir, por causa do desânimo e das circunstâncias desencorajadoras. Paulo nos ensina que não devemos jamais desistir, porque Cristo prometeu ajudar-nos. Nosso Mestre, Jesus Cristo, mostra-nos que nosso trabalho para Deus traz a vitória, mais cedo ou mais tarde.

Robert Morrison, missionário na China, no século XIX, trabalhou doze anos sem resultados visíveis - apenas uma única pessoa tornou-se cristã.

Um missionário na ilha de Madagascar trabalhou toda a sua vida sem resultados tangíveis. Morreu este homem desapontado. Logo, um jovem a quem ele havia influenciado começou a dar testemunho de Cristo. E decidiu pregar o evangelho entre seu povo, convertendo muitos.

Uma das minhas boas amigas orou durante cinco anos para que seu esposo fosse com ela à igreja. Sua persistência triunfou: Seu esposo começou a freqüentar a igreja. A oração e o trabalho persistentes realmente surtem efeitos incalculáveis!

7º - "PIEDADE" = amor e respeito pela religião.

8º - "FRATERNIDADE" = comunhão com os irmãos.

"Bem podemos nos chamar irmãos, porque somos redimidos por um sangue; somos participantes da mesma vida; alimentamo-nos do mesmo pão celestial; estamos unidos pela mesma Cabeça vivente; buscamos os mesmos fins; amamos o mesmo Pai; somos herdeiros das mesmas promessas; e habitaremos juntos para sempre no mesmo céu."

9º - "AMOR"

Disse um médico:

"Sem amor, perdemos o desejo de viver. Desequilibra-se nossa vitalidade física e mental, diminui nossa resistência, e sucumbimos às enfermidades que se de-monstram muitas vezes fatais. Talvez escapemos à morte real, mas o que resta é uma existência pobre e vazia, tão empobrecida de emoções que não pode-mos ser considerados senão semi-vivos. As alternativas são, em verdade, amar ou perecer" (Do livro de Smiley Blanton, "Love or Perish" [Ame ou Pereça]).

É-nos dito em 1 João 4.8: "Aquele que não ama não conhece a Deus; pois Deus é amor". Assim sendo, cheguemos à conclusão de que, seja como for, Aquele que é manancial do amor pode nos ensinar a amar de maneira a vivermos verdadeiramente.

"Eu me regozijo na tua promessa como alguém que encontra grandes despojos" (Sl 119.162)

"De todas as boas promessas do Senhor à nação de Israel, nenhuma delas falhou; todas se cumpriram" (Js 21.45).

Pr. Emerson José








1 comentários:

Postar um comentário